quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Recebi a informação abaixo de um fornecedor. Isso deve afetar o mercado de essências; não só o preço como também pode descaracterizar o produto uma vez que os fabricantes tem que procurar alternativas para substituir componetes que nem sempre são idênticos, apenas similares, alterando assim o resultado final.

******************************

"Aos

Nossos Clientes

Ref.: Situação atual do mercado de fragrâncias e cosméticos.

Prezados Clientes,

Comunicamos a todos os nossos clientes que, devido aos últimos acontecimentos
no mercado global, a situação atual do segmento de fragrâncias e cosméticos é
bastante crítica e preocupante. Citamos os mais recentes eventos:

1) Incêndio na fábrica da Basf na Alemanha em outubro passado – a planta da
matéria prima Citral paralisou a produção de seus derivados utilizados na
fabricação. De acordo com as informações recebidas da Basf, o processo de
limpeza, as inspeções, os reparos e o início das operações da fábrica de Citral
levarão algumas semanas para a retomada, porém os primeiros fornecimentos serão voltados para a fabricação de Vitaminas A e E. A previsão do abastecimento para o segmento de fragrâncias está para junho 2018.
2) Incêndio na fábrica da China (Jiangxi Huayua Aromatic Techonology) em 21 de novembro – paralisou a fabricação da matéria prima Dihidro mircenol e todos os seus correlatos. Não há previsão de retorno da produção.
3) Em torno de 8.000 fábricas na China foram interditadas devido á questões
ambientais, sendo várias produtoras de matérias primas importantes na fabricação de fragrâncias.

4) Falta de terebintina e seus derivados, tais com “Dihidro mircenol” (um dos
principais materiais na composição de fragrâncias para o segmento de perfumaria fina e cosméticos).

5) Aumento de fretes na Índia e China também tem ocasionado o reajuste de preço de várias matérias primas do setor.

Devido a todos esses fatores, há muitas especulações no mercado por parte dos
distribuidores e revendedores, que estão controlando o fornecimento de algumas matérias primas.

Além de não haver previsão de normalização antes do segundo semestre de 2018, a maioria das matérias primas do nosso segmento tem sofrido aumentos abusivos.

A Sene’s Fragrâncias continuará a informar seus clientes sobre o andamento e os detalhes de fornecimento de matérias primas, mas já adiantamos que a maioria das fragrâncias sofrerá um reajuste de 20% a 50%.

Ressaltamos também, que priorizaremos o fornecimento das fragrâncias já ativas, porém dependeremos dos nossos fornecedores para atendê-los.

Apesar deste cenário, a Sene’s Fragrâncias está fazendo todos os esforços para
minimizar ao máximo os impactos dessa crise.

Estamos disponíveis para quaisquer esclarecimentos."

Nenhum comentário: