sexta-feira, 31 de agosto de 2007

O Melhor Sabonete…

Enxaqueca » Blog Archive » O Melhor Sabonete…
Dr. Alexandre Feldman

Quem sofre de enxaqueca, muitas vezes, pode ter crises desencadeadas por cheiros. Os perfumes dos sabonetes são pura “química”, completamente artificiais, um convite para o mal-estar.

Além de aromas artificiais, os sabonetes contêm uma série de corantes capazes de provocar reações como alergias, ou simplesmente fazer mal para a pele.
Se você já leu o rótulo de um sabonete comum, certamente se assustou com o número de produtos químicos presentes: bactericidas, emulsificantes, estabilizantes e tantos mais.
O pior é que nós pagamos bem caro por algumas marcas, importadas até, em lojas de grife - mas apesar do preço, o número de aditivos químicos é ainda maior! É como se estivessemos pagando para nos expor a esse lixo!
Quando os sabonetes vêm misturados a cremes hidratantes na sua composição, adiciona-se a tudo isso uma série de outros ingredientes químicos e óleos oxidados, que só fazem mal a longo prazo.
Com os shampoos é a mesma coisa.
Na verdade, o sabonete precisa de gordura, hidróxido de sódio e água. Misturando esses ingredientes em proporções adequadas e condições específicas de temperatura, ocorre um processo chamado saponificação da gordura. E está pronto o sabão (ou sabonete, se desejar).
Se a gordura for estável, como é o caso da gordura de coco, não sofrerá oxidação nesse processo. Outros óleos vegetais podem se oxidar, tornando-se prejudiciais à saúde.
Portanto, o melhor sabonete que existe é o puro sabão de coco. Sim, ele mesmo! Aquele que você encontra bem baratinho no supermercado!
Mas por favor, leia os rótulos com muita atenção! A maioria dos sabões de coco também contém aditivos químicos. Procure aquele onde esteja escrito apenas: “Água, gordura de coco e hidróxido de sódio (ou potássio)”.
Nos meus banhos, assim como para lavar as mãos, eu utilizo o sabão de coco da marca “Urca”. Utilizo-o também como shampoo. Os resultados são excelentes! A pele fica macia, e os cabelos, brilhantes. É claro, afinal não possui aditivos químicos prejudiciais. Além disso, você economizará muito dinheiro.
Por isso, minha dica dessa semana é: não tenha preconceito com o bom e velho (e puro!) sabão de coco. Ele ainda é - e sempre será - o melhor. Procure-o nas prateleiras de baixo, pois é lá que ficam os produtos mais baratos, que dão menos lucro ao supermercado. Experimente e deixe seus comentários!

Para comprar produtos químicos visite:

3 comentários:

maristela simões disse...

Boa tarde Dr. Alexandre, na receita do sabonete com óleo de côco de babaçú, contida no blog, observei que tem soda cáustica. Sempre ouvimos os piore comentários possíveis deste ingrediente. Afinal, embora sendo um sabonete artesanal, ele não danifica nossa pela por causa da soda caústica? E essas bases glicerinadas que compramos para fazer em casa, também fazem mal?
obrigada!
Maristela

Celia disse...

Oi Marcos
Fiz a fórmula da sua apostila pelo cold process com óleo de coco e mamona.Deixei 7% de óleo livre para garantir total saponificação e não ficar álcali livre.Ficou ótimo,toque seco e suave,espumação fácil,cremosa e hidratante.Coloquei 3% de óleo essencial de Cedro , e deu boa fixação.Obrigada e parabens pela sugestão de fómulas de sua apostila.
Celia

Marquim disse...

OLá ! Muito obrigado pela postagem!Gostaria de saber em qual super -mercado vc compra o sabão de marca Urca", nas farmácias de manipulação se pedisse para fazer sairia mais caro ? Agradeço e espero a resposta! mark.surfista@gmail.com